Tomar café faz realmente bem à saúde?

Cientistas provam o que os nossos avós já sabiam: tomar o bom e velho cafezinho faz bem à saúde

O café é uma das bebidas mais populares no Brasil, e não é à toa que ganhou o seu próprio dia em nosso calendário: 24 de maio – Dia nacional do café. Nós adoramos dar uma pausa no trabalho para tomar um cafezinho e sentir aquele cheirinho relaxante. Mas ficam algumas dúvidas no ar: o café realmente faz bem à saúde? Quais são seus benefícios quando aliados a uma alimentação saudável?

1 Ajuda a perder peso

A cafeína é um dos elementos encontrados em quase todos os suplementos alimentares de auxílio na perda de peso. Isso ocorre porque a cafeína acelera o metabolismo, queimando uma quantidade maior de gordura em menos tempo. Contudo, somente beber café não fará você emagrecer. Ele apenas o ajudará a alcançar o seu objetivo mais rápido se aliado a prática regular de exercício.

2 Ajuda na concentração e dá energia

A cafeína também é um potente estimulante psicoativo. Quando você bebe o café, uma parte dessa substância vai para o seu cérebro e gera uma série de reações químicas que faz com que ele trabalhe mais rapidamente, melhorando seu humor, energia, memória, tempos de resposta e funcionamento cognitivo geral.

3  Evita a cirrose

Pouquíssimas pessoas sabem, mas beber café preto, sem exageros, pode ajudar a evitar a cirrose.

Segundo pesquisadores de um instituto italiano, a cafeína apresenta propriedades benéficas que, se consumida em dose adequada, inibe a ação das enzimas que desencadeiam a cirrose.

Nesse estudo foram analisadas 100 pessoas durante dois meses. Através dos dados coletados, foi possível comprovar que aqueles que bebiam quatro ou mais xícaras de café por dia tiveram um risco de cirrose cinco vezes menor que aqueles que não tomaram a bebida com a mesma frequência.

4 Ótima fonte de antioxidantes

O café é um antioxidante natural que protege a pele do efeito dos radicais livres que causam envelhecimento prematuro. O corpo humano absorve mais nutrientes do café do que de outras fontes populares de antioxidantes como frutas e legumes; parece difícil de acreditar mas é verdade, o bom e velho café sai na frente nessa!

5 Reduz o risco de diabetes tipo-2

Cientistas americanos comprovaram que quem bebe até seis xícaras de café por dia está mais protegido contra o diabetes tipo-2. A hipótese é que os vários antioxidantes e outros componentes da bebida favorecem o controle da glicemia. Mas atenção! Para se obter esse efeito é preciso que o café seja tomada sem açúcar ou com quase nada de açúcar.

6 Reduz o risco e os efeitos da doença de Parkinson

A cafeína presente no café pode deixar a pessoa agitada, mas parece que ocorre o efeito inverso em quem tem Parkinson. Ao invés de deixar o indivíduo mais agitado, ela ajuda a aliviar os tremores e a recuperar os movimentos.

A doença de Parkinson está associada à queda dos níveis de dopamina do organismo. Segundo pesquisadores canadenses, a cafeína tem o efeito de aumentar os níveis de dopamina no cérebro, com isso causando a diminuição da intensidade dos tremores e o aumento da mobilidade geral. Estima-se que quem bebe café regularmente diminui de 32% a 60% a possibilidade de desenvolver a doença.

7 Combate a depressão e também deixa você mais feliz

A dopamina não previne só o Mal de Parkinson, ela é um neurotransmissor fortemente ligado ao sentimento de prazer e felicidade. Isso explica porque pessoas que bebem quatro ou mais xícaras de café por dia têm uma chance 20% menor de ter depressão e 50% menos propensos a cometer suicídio.

8 Reduz o risco de vários tipos de câncer

Além de todos os benefícios citados acima, o café também reduz chances de desenvolver câncer em diversas partes do corpo. Isso ocorre porque o café é uma substância muito rica em antioxidantes e minerais, que ajudam a evitar a degradação e alteração das células.

Pessoas que bebem pelo menos 3 a 4 xícaras de café de grão moído ou torrado, por dia, tem o risco de desenvolver câncer diminuído. Embora os benefícios do café não estejam relacionados com a cafeína, o café descafeinado não possui um poder de proteção tão grande. Pesquisadores acreditam que isso ocorra pelo fato de que, ao realizar a extração da cafeína, o café perca antioxidantes e vitaminas essenciais.